CRH - Clínica de Reprodução Humana

Criopresevação de gametas e embriões - Filhos no futuro

Criopresevação de gametas e embriões - Filhos no futuro

Criopresevação de gametas e embriões - Filhos no futuro

 

Métodos como o congelamento de óvulos ou sêmen podem entrar em cena nos casos em que o casal não pode ou não quer ter filhos no momento mas pretende realizar esse sonho num futuro.
O congelamento de óvulos tem atingido excelentes resultados e tem sido visto pelas mulheres como uma possibilidade de postergar os planos de gravidez. Estudos recentes mostram taxas de gestação clínica com óvulos descongelados semelhantes às taxas com óvulos frescos. Uma vez congelados, os óvulos podem permanecer no nitrogênio líquido por tempo indeterminado, mantendo a “idade” que tinham ao serem congelados. 
O congelamento seminal é a maneira mais eficaz de preservar os gametas masculinos para uso posterior. As amostras congeladas podem ficar armazenadas por tempo indeterminado, sendo descongeladas quando o paciente optar por utilizá-las em algum tratamento de reprodução assistida. As taxas de gravidez utilizando sêmen criopreservado variam conforme a técnica de reprodução assistida utilizada e a qualidade da amostra após o descongelamento.