CRH - Clínica de Reprodução Humana

Será que eu sou infértil?

O QUE CAUSA INFERTILIDADE

Antes de mais nada, saiba que é considerado normal um casal demorar até um ano para engravidar – a não ser que exames anteriores indiquem uma razão potencial de infertilidade.

Quando um casal não consegue a gravidez naturalmente, diagnosticar a causa é a melhor maneira de fazer a medicina trabalhar a seu favor. No Centro de Reprodução Humana Prof. Franco Junior a análise de esperma e a dosagem do hormônio antimülleriano do casal são realizados na clínica durante a consulta.

Atualmente, não há motivo para desanimar pois a ciência consegue resolver o problema em 75% dos casos com métodos que envolvem desde a "simples" inseminação artificial até a fertilização em laboratório, que consiste na manipulação do material feminino (óvulo) e masculino (esperma) em um tubo de ensaio a fim de dar início à fecundação do óvulo e o conseqüente desenvolvimento do embrião, com sua posterior transferência no útero da mulher.

O tratamento da infertilidade dura em média 2 meses, da primeira consulta até o teste de gravidez (Beta-HCG). Venha conhecer o Centro de Reprodução Humana Prof. Franco Junior. Nossa equipe irá responder a todas suas perguntas, esclarecer as suas dúvidas, orientando e fornecendo todo o apoio que você precisa.

CAUSAS

É importante aqui lembrar que, em torno de 20% dos casais, os exames não apresentam qualquer alteração e a infertilidade é conhecida como inexplicada, mas mesmo nestes casos o tratamento pode ter sucesso.

Principais causas no Homem

  • Baixo número de espermatozoides;
  • Ausência de espermatozoides por uma falha na produção no testículo ou por um processo de obstrução;
  • Diminuição da motilidade do espermatozoide, o que impede que ele encontre e fertilize o óvulo, processo que habitualmente ocorre na trompa;
  • Alterações na forma do espermatozoide, o que interfere na sua capacidade de penetrar nas camadas do óvulo;
  • Dificuldade no coito, por um distúrbio na ejaculação ou pela impotência.

Principais causas na Mulher

  • Falta de ovulação: como resultado de alterações hormonais, pode não ocorrer um crescimento folicular correto e a liberação de um óvulo maduro. Avaliada por dosagens hormonais ou pelo ultrassom;
  • Obstrução tubárea: impede que haja o encontro entre o espermatozoide e o óvulo. A avaliação é feita pela radiografia das trompas (histerossalpingografia) ou pela laparoscopia;
  • Alterações no útero: doenças como miomas, infecções, aderências ou malformações podem impedir que o embrião tenha uma implantação correta. O ultrassom, a radiografia e a histeroscopia são exames usados para se avaliar o útero;
  • Muco cervical: alterações na quantidade e na qualidade do muco produzido pelo colo do útero, impede que o espermatozoide chegue até a trompa. A avaliação é feita pela realização do exame denominado teste pós-coito.